Chapada Diamantina 2/9 – Grutas

Ainda na parte norte da Chapada, e tendo Lençóis como pouso, conheci as principais grutas da região: Lapa Doce, Torrinha e Pratinha.

Advertisements

Ainda na parte norte da Chapada, e tendo Lençóis como pouso, conheci as principais grutas da região: Lapa Doce, Torrinha e Pratinha.

Essas grutas ficam externas aos limites do Parque Nacional e são administradas pelas fazendas em que estão localizadas. Apesar disso, todas estão sob forte controle dos órgãos ambientais, o que garante o ótimo estado de conservação de todas, mas também – e por isso – restringe o acesso à água em algumas delas.

A trilha até o interior da Lapa Doce é bem leve e feita, obrigatoriamente, com guia local. É a quinta maior caverna do Brasil e é mundialmente famosa por suas imensas milenares estalagmites e estalactites, todas com centenas ou milhares de anos de formação. É possível ver ainda alguns desenhos ruprestes na pedra, embora a autenticidade deles seja altamente questionável.

Perto dali está a propriedade qie abriga a Gruta Azul e a Gruta da Pratinha.

O acesso às grutas é pago e o visitante é levado a um ambiente altamente comercial, com lojas onde tudo está a venda. O controle ao interior das gritas também pode ser um pouco negligenciado, o que compromete a experiência que é estar dentro de um santuário de tamanha beleza.

Mas as fazendas possuem outras atividades econômicas e, longe dos demais turistas que enchiam as grutas, aproveitei para andar pelos cafezais e curtir a paisagem que a fazenda a oferecer para terminar o dia.

View All